Turismo e os moradores de rua no centro de São Paulo
Publicações de Turismo

Sobre

 

Nova busca:   Campo:   Tipo:     



Tipo: periódico

Título: Turismo e os moradores de rua no centro de São Paulo

Autor(es): Patrícia Marcela da Cruz                                                                                         

Periódico: Dialogando no Turismo             Volume: 1           Número: 3           Páginas: 31-43           Ano: 2007

Palavras-chave:
moradores de rua      turistas      centro velho de São Paulo      turismo e o outro                                                                       

Resumo: Este artigo tem como objetivo levantar uma reflexão sobre o comportamento do turista - em passagem pelo Centro Velho de São Paulo - diante do morador de rua, bem como o sentimento deste mesmo morador quando percebido pelo turista. Pretende, ainda, pensar a possibilidade de inclusão social e ações concretas por meio da atividade turística. Diante da quantidade significativa de pessoas em situação de rua no local, onde há presença constante de visitas turísticas, e das constantes queixas de que estes moradores atrapalham o turismo, decidimos ir a campo para verificar mais de perto esta situação. Em primeiro lugar, não podemos esquecer de que os moradores de rua, muito mais do que simples pessoas que ocupam espaços impróprios são seres humanos com uma história e identidades subjetivas. Assim, tanto o turista como os moradores de rua podem ter inúmeras idéias e estereótipos formados um a respeito do outro. A população receptora tem papel fundamental para um turismo bem desenvolvido e acolhedor. Mas, os moradores de rua também estão inseridos nesta população. Embora ocupem espaços “irregulares”, esses vão ao encontro dos turistas, seja observando ou sendo observados.

Referência em formato ABNT:
CRUZ, Patrícia Marcela da. Turismo e os moradores de rua no centro de São Paulo. Dialogando no Turismo, Rosana (SP), v. 1, n. 3, p. 31-43, 2007.


Comunicar um erro nesta referência