O city-tour e sua inadequação para apreensão do espaço urbano de São Paulo: uma análise fenomenológica
Publicações de Turismo

Sobre

 

Nova busca:   Campo:   Tipo:     



Tipo: periódico

Título: O city-tour e sua inadequação para apreensão do espaço urbano de São Paulo: uma análise fenomenológica

Autor(es): Damaris Ribeiro de Paula      Ana Paula Camilo Pereira                                                                                   

Periódico: Revista Eletrônica de Turismo Cultural             Volume: 8           Número:            Páginas:            Ano: 2010

Palavras-chave:
espaço urbano      São Paulo      city-tours                                                                             

Resumo: A cidade de São Paulo, além de grande centro comercial, é detentora de um vasto patrimônio cultural. Sua diversidade se dá não apenas em âmbito econômico, como também se deu em sua formação histórica, que nos é apresentada hoje, como um rico e complexo quadro sociocultural. No entanto, ainda é o Turismo de Negócios que aparece com presença notável na metrópole, que tem o seu potencial cultural ainda pouco divulgado e aproveitado pelo serviço receptivo. O city-tour é a oferta predominante desse serviço, representado por agências que não dispõem de roteiros turísticos regulares para o turista individual. O objetivo desse artigo é afirmar a complexidade do processo de formação urbana e das relações que se estabelecem em seu cotidiano, e verificar se há viabilidade de se apreender uma localidade por meio dos simplificados city-tours, em especial na metrópole São Paulo. Através da reflexão e associação dos referenciais bibliográficos abordados somados à consulta dos dados referentes à cidade de São Paulo, foi possível conferir a inadequação dos city-tours como forma de se conhecer o complexo espaço urbano paulistano.

Referência em formato ABNT:
PAULA, Damaris Ribeiro de; PEREIRA, Ana Paula Camilo. O city-tour e sua inadequação para apreensão do espaço urbano de São Paulo: uma análise fenomenológica. Revista Eletrônica de Turismo Cultural, São Paulo, v. 8, 2010.


Comunicar um erro nesta referência