A questão da emoção no contexto da visita guiada: estudo de caso sobre o Cemitério da Consolação
Publicações de Turismo

Sobre

 

Nova busca:   Campo:   Tipo:     



Tipo: periódico

Título: A questão da emoção no contexto da visita guiada: estudo de caso sobre o Cemitério da Consolação

Autor(es): Bruno César Rodrigues Manhães                                                                                         

Periódico: Revista Eletrônica de Turismo Cultural             Volume: 8           Número:            Páginas:            Ano: 2010

Palavras-chave:
visita guiada      Cemitério da Consolação      emoção                                                                             

Resumo: Sepultando preconceitos e ideias antecipadas, os Cemitérios atraem visitantes e são os protagonistas de um segmento relativamente inovador no Brasil: o Turismo Cemiterial. O mais famoso deles, o Cemitério da Consolação, na cidade de São Paulo, é o pano de fundo deste estudo. Entretanto, o que deseja carregar deste fazer turismo o turista que o visita? Já é reconhecido que os viajantes da modernidade buscam novas experiências e vivências, porém, seria a visita guiada um mecanismo que induz à emoção? Assim, com o objetivo de conhecer as diferenças entre os níveis emocionais dos turistas que visitam o Cemitério da Consolação, propôs-se a seguinte metodologia: em primeiro, os turistas visitaram o atrativo sem orientação de um guia, posteriormente, participaram da visita guiada. Em seguida, um questionário acerca de suas percepções e comportamentos foi aplicado. Como se trata de um estudo de caráter exploratório, igualmente privilegiou-se a pesquisa bibliográfica a fim de aprofundar as hipóteses. Como resultado, constatou-se que, de fato, a visita guiada nesse atrativo é um recurso que aviva a fruição, dá mais sentido ao passeio e conduz os visitantes a um Turismo significativo.

Referência em formato ABNT:
MANHÃES, Bruno César Rodrigues. A questão da emoção no contexto da visita guiada: estudo de caso sobre o Cemitério da Consolação. Revista Eletrônica de Turismo Cultural, São Paulo, v. 8, 2010.


Comunicar um erro nesta referência