Procedimentos operacionais e estrutura funcional das agências de turismo recpetivo da cidade de São Paulo
Publicações de Turismo

Sobre

 

Nova busca:   Campo:   Tipo:     



Tipo: periódico

Título: Procedimentos operacionais e estrutura funcional das agências de turismo recpetivo da cidade de São Paulo

Autor(es): Debora Cordeiro Braga                                                                                         

Periódico: Global Tourism             Volume: 6           Número: 1           Páginas: 1-16           Ano: 2010

Palavras-chave:
Agências de receptivo      gestão empresarial      desenvolvimento do turismo      cidade de São Paulo                                                                       

Resumo: O presente trabalho tem como objetivo revelar as características dos procedimentos operacionais e da estrutura funcional das agencias de viagens receptivas que atuam na cidade de São Paulo para entender a forma de atuação destas empresas e suas interfaces como promotoras do turismo de lazer na capital paulista. Para tanto, realizou-se uma pesquisa exploratória com 34 agências de receptivo, amostra representativa em função do detalhado trabalho de levantamento realizado junto a associações representativos do setor. Parte dos resultados mostrou que as agências que atuam neste segmento em São Paulo não adotam políticas de gestão voltadas ao atendimento, não se dedicam exclusivamente ao serviço receptivo, não realizam ações de divulgação eficientes e ainda não despertaram para a importância de ter profissionais capacitados em seu quadro de funcionários. A soma destes fatores indica que estas empresas carecem de aprimoramento de gestão empresarial para oferecer serviços de qualidade, manter e ampliar clientela e se consolidar como peça fundamental para o desenvolvimento da atividade turística no município.

Referência em formato ABNT:
BRAGA, Debora Cordeiro. Procedimentos operacionais e estrutura funcional das agências de turismo recpetivo da cidade de São Paulo. Global Tourism, São Paulo, v. 6, n. 1, p. 1-16, 2010.


Comunicar um erro nesta referência