A "casa de praia" na capital potiguar: lazer, banhos de mar e a valorização do litoral
Publicações de Turismo

Sobre

 

Nova busca:   Campo:   Tipo:     



Tipo: periódico

Título: A "casa de praia" na capital potiguar: lazer, banhos de mar e a valorização do litoral

Autor(es): Kelson de Oliveira Silva                                                                                         

Periódico: Turismo: Estudos e Práticas             Volume: 3           Número: 1           Páginas: 5-24           Ano: 2014

Palavras-chave:
produção do espaço      vilegiatura marítima      residência secundária                                                                             

Resumo: As primeiras “casas de praia” localizadas no litoral de Natal surgiram no início do século XX, nas praias de Areia Preta, Praia do Meio, Redinha e Ponta Negra. Esse costume tem origem no fenômeno da vilegiatura europeia e desempenhou importante papel na produção espacial da capital potiguar, principalmente, entre as classes sociais de médio e alto poder aquisitivos. Igualmente, se constituiu em fenômeno responsável por transformações socioambientais significativas que redefiniram a paisagem litorânea da capital potiguar. O presente trabalho se constitui em revisão bibliográfica. Parte de pesquisa maior sobre residência secundária, desenvolvida em curso de mestrado, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Tem como objetivo identificar como a “casa de praia” historicamente surgiu no espaço litorâneo de Natal. Conforme o material bibliográfico levantado, de fenômeno restrito inicialmente as áreas rurais da cidade, com a valorização do mar, a “casa de praia” passou a assumir importante papel como domicílio de uso sazonal, para usuários nacionais e estrangeiros, sendo responsável por alguns problemas socioambientais.

Referência em formato ABNT:
SILVA, Kelson de Oliveira. A "casa de praia" na capital potiguar: lazer, banhos de mar e a valorização do litoral. Turismo: Estudos e Práticas, Mossoró (RN), v. 3, n. 1, p. 5-24, 2014.


Comunicar um erro nesta referência