Agenda governamental e trajetória institucional do turismo no Brasil
Publicações de Turismo

Sobre

 

Nova busca:   Campo:   Tipo:     



Tipo: periódico

Título: Agenda governamental e trajetória institucional do turismo no Brasil

Autor(es): Fabíola Cristina Costa de Costa de Carvalho                                                                                         

Periódico: Anais Brasileiros de Estudos Turísticos             Volume: 5           Número: 1           Páginas: 59-70           Ano: 2015

Palavras-chave:
Turismo      Políticas Públicas      Decisões Políticas.                                                                             

Resumo: Um conjunto de questões condiciona a formação das agendas públicas. Em um contexto geral, as políticas de turismo são influenciadas por valores culturais e ideológicos, pela conjuntura sociopolítica e econômica e por estruturas institucionais, que refletem as tendências e inquietações debatidas no período de sua elaboração. Sopesando tal argumento o objetivo desse artigo é analisar o percurso da agenda do turismo no Brasil a partir de três aspectos fundamentais: as questões que desencadearam o processo de elaboração das políticas públicas para o setor ao longo do tempo; os atores que participaram do desenho das políticas e os fatores que interferiram nessa dinâmica. É um estudo teórico baseado em pesquisa bibliográfica e documental. Especificamente, investiga-se a conjuntura que propiciou a incorporação da temática do turismo nas discussões do governo, assim como os elementos relevantes e os instrumentos que mobilizaram a configuração das políticas para esse campo. A relevância do estudo reside na contribuição para a agenda de pesquisa sobre a administração pública do setor e a trajetória da agenda pública do turismo no Brasil, evidenciado algumas características marcantes que modelaram esse processo e suas implicações no momento presente. Como considerações aponta-se que apesar dos avanços alcançados, as falhas quanto à duplicidade de planejamento e a comunicação ineficiente entre os gestores e os policy makers são barreiras para que os objetivos das políticas sejam alcançados em sua plenitude.

Referência em formato ABNT:
CARVALHO, Fabíola Cristina Costa de Costa de. Agenda governamental e trajetória institucional do turismo no Brasil. Anais Brasileiros de Estudos Turísticos, Juiz de Fora (MG), v. 5, n. 1, p. 59-70, 2015.


Comunicar um erro nesta referência