Fragmentação urbana e turismo no Parque das Nações-Lisboa
Publicações de Turismo

Sobre

 

Nova busca:   Campo:   Tipo:     



Tipo: periódico

Título: Fragmentação urbana e turismo no Parque das Nações-Lisboa

Autor(es): Rafael H. Teixeira da Silva      Camila Benatti                                                                                   

Periódico: Cultur - Revista de Cultura e Turismo             Volume: 9           Número: 2           Páginas: 118-134           Ano: 2015

Palavras-chave:
Fragmentação Socioespacial      Turismo      Centralidade      Parque das Nações                                                                       

Resumo: São perceptíveis as inúmeras mudanças que ocorreram na sociedade ao longo das últimas décadas, principalmente relacionadas a um regime de acumulação flexível, surgimento de novos estilos de vida e mudanças tecnológicas, que tiveram como um de seus efeitos mais claros, a fraturação do território em um mosaico com especificidades. Com o intuito de melhor apreender como se deu esse processo de constituição de novas centralidades e seus principais impactos na cidade de Lisboa, onde, por meio de um grande evento regenerou-se uma área industrial decadente, que este ensaio foi realizado. Deste modo, foram analisadas algumas bibliografias que abordam as ações realizadas no Parque das Nações, ressaltando os principais pontos referentes às intervenções realizadas na área, com o intuito de contribuir para a reflexão sobre a forma como a freguesia estudada pode vir a ser melhor integrada com outras áreas da cidade. Dentre as questões mais relevantes abordadas, é ressaltada a exclusão da participação de algumas populações que estavam localizadas na área, do processo de tomada de decisões. Nesse âmbito, constatou-se que a maioria dos estudos apresentados não aborda e nem aprofunda a questão da “limpeza social” realizada na antiga zona da Expo’ 98, hoje Parque das Nações. Em consequência a este fato, constatou-se a ocorrência da realocação de inúmeras famílias que se encontravam na freguesia, excluindo-as do processo e dos benefícios da revitalização da área. Visou-se, assim, levantar algumas questões, em um contexto atual de dificuldade econômica, sobre a forma como os equipamentos de lazer e turismo que se encontram nesta área, podem vir a funcionar como catalisador de mudanças sociais positivas.

Referência em formato ABNT:
SILVA, Rafael H. Teixeira da; BENATTI, Camila. Fragmentação urbana e turismo no Parque das Nações-Lisboa. Cultur - Revista de Cultura e Turismo, Ilhéus (BA), v. 9, n. 2, p. 118-134, 2015.


Comunicar um erro nesta referência