Geomorfologia antropogênica em função da mineração de ouro no século XVIII: bases científicas e educativas na proposição de uma Trilha Geoturística Urbana na Sede no Município de Ouro Preto (MG)
Publicações de Turismo

Sobre

 

Nova busca:   Campo:   Tipo:     



Tipo: periódico

Título: Geomorfologia antropogênica em função da mineração de ouro no século XVIII: bases científicas e educativas na proposição de uma Trilha Geoturística Urbana na Sede no Município de Ouro Preto (MG)

Autor(es): Suzana Fernandes de Paula      Paulo de Tarso Amorim Castro                                                                                   

Periódico: Revista Brasileira de Ecoturismo             Volume: 8           Número: 4           Páginas: 432-443           Ano: 2015

Palavras-chave:
Geomorfologia Antropogênica      Ouro Preto      Protocolo      Geoturismo.                                                                       

Resumo: A Geomorfologia Antropogênica tem como objeto de estudo as geoformas produzidas bem como aquelas modificadas pelas atividades humanas. Em regiões mineiras, como o Quadrilátero Ferrífero em Minas Gerais, a mineração tem sido o principal atividade antrópica a afetar e modificar a paisagem. A extração aurífera é responsável pela interiorização da ocupação no Brasil setecentista e a criação dos núcleos urbanos tais como Ouro Preto. A partir das premissas da geoconservação são analisados pontos em que são evidentes as ações antrópicas na modificação da paisagem. Esses pontos integram um roteiro turístico urbano Ouro Preto de base científica e educativa.

Referência em formato ABNT:
PAULA, Suzana Fernandes de; CASTRO, Paulo de Tarso Amorim. Geomorfologia antropogênica em função da mineração de ouro no século XVIII: bases científicas e educativas na proposição de uma Trilha Geoturística Urbana na Sede no Município de Ouro Preto (MG). Revista Brasileira de Ecoturismo, São Paulo, v. 8, n. 4, p. 432-443, 2015.


Comunicar um erro nesta referência