A formação superior em gastronomia: análise descritiva das dissertações de mestrado produzidas no Brasil
Publicações de Turismo

Sobre

 

Nova busca:   Campo:   Tipo:     



Tipo: periódico

Título: A formação superior em gastronomia: análise descritiva das dissertações de mestrado produzidas no Brasil

Autor(es): Maria Henriqueta Sperandio Garcia Gimenes Minasse                                                                                         

Periódico: Revista Brasileira de Pesquisa em Turismo             Volume: 9           Número: 1           Páginas: 156-173           Ano: 2015

Palavras-chave:
Gastronomia      Formação superior      Dissertações      Brasil.                                                                       

Resumo: Este artigo tem como objetivo geral conhecer o quadro atual das pesquisas realizadas no Brasil em nível de pós-graduação (mestrado) sobre formação profissional em Gastronomia. Para tanto foi realizada revisão bibliográfica, pesquisa documental e análise descritiva das dissertações sobre o tema defendidas no país até o final de 2012. Foram analisadas: as instituições de ensino e os programas de pós-graduação cursados; as palavras-chave indicadas; o perfil dos pesquisadores (graduação e experiência profissional); objetivos gerais e a abrangência da pesquisa realizada; metodologias utilizadas. Os principais resultados apontam: a predominância de pesquisas realizadas na cidade de São Paulo, pesquisadores familiarizados com a graduação tecnológica em Gastronomia (do ponto de vista da formação e da atuação profissional), predominância de temáticas voltadas ao processo de ensino-aprendizagem , prevalência de pesquisas de caráter qualitativo, e ocorrência de descrição muito sucinta da metodologia empregada em alguns trabalhos.

Referência em formato ABNT:
MINASSE, Maria Henriqueta Sperandio Garcia Gimenes. A formação superior em gastronomia: análise descritiva das dissertações de mestrado produzidas no Brasil. Revista Brasileira de Pesquisa em Turismo, São Paulo, v. 9, n. 1, p. 156-173, 2015.


Comunicar um erro nesta referência