Geoturismo na APA Carste Lagoa Santa/MG: breve reflexão sobre a identidade do espaço
Publicações de Turismo

Sobre

 

Nova busca:   Campo:   Tipo:     



Tipo: periódico

Título: Geoturismo na APA Carste Lagoa Santa/MG: breve reflexão sobre a identidade do espaço

Autor(es): Tiago Silva Alves de Brito      Renata Ferreira Campos & Fernanda Carla Wasner Vasconcelos                                                                                   

Periódico: Tourism and Karst Areas             Volume: 7           Número: 1/2           Páginas: 7-17           Ano: 2014

Palavras-chave:
Carste      Geoturismo      Impactos Ambientais      Área de Proteção Ambiental      Patrimônio                                                                 

Resumo: O presente artigo tem por objetivo caracterizar as potencialidades turísticas apresentadas pela Área de Proteção Ambiental - APA Carste Lagoa Santa e analisar os impactos, relatados na literatura científica, sobre as áreas de Carste. A área de estudo está localizada na região metropolitana de Belo Horizonte/MG e conta com diversos sítios arqueo-paleontológicos, cavernas e demais formações cársticas, que vêm sofrendo interferências das atividades antrópicas. Devido à sua importância científica, seu relevante patrimônio geológico e suas belezas cênicas, a região possui grande potencial para o turismo, em especial para o geoturismo. Para dar base à pesquisa foi utilizada, como metodologia, a revisão de literatura sobre o geoturismo, impactos ambientais e as potencialidades e fragilidades da APA Carste Lagoa Santa. Os resultados apontam que os impactos ambientais são propiciados pela expansão urbana, crescimento demográfico e desenvolvimento econômico das regiões limítrofes, potencializados pela falta de fiscalização e políticas públicas exequíveis.

Referência em formato ABNT:
BRITO, Tiago Silva Alves de; VASCONCELOS, Renata Ferreira Campos & Fernanda Carla Wasner. Geoturismo na APA Carste Lagoa Santa/MG: breve reflexão sobre a identidade do espaço. Tourism and Karst Areas, Campinas (SP), v. 7, n. 1/2, p. 7-17, 2014.


Comunicar um erro nesta referência